Homem é atropelado por trem

No final da manhã de quinta-feira (03), um homem de 40 anos ficou gravemente ferido ao ser atropelado por um trem próximo à Praça da Estação, no Centro. Segundo a assessoria de comunicação da MRS, o acidente aconteceu por volta de 11h30 e afirmaram também que o pedestre “se projetou em frente à primeira locomotiva da composição”. O homem foi arrastado por cerca de cem metros e ficou caído sobre os trilhos.

O Resgate chegou pouco depois do meio-dia, e devido à gravidade, o Samu também estava presente no local. A vítima recebeu os primeiros socorros na via férrea, depois foi encaminhada para o Hospital e Maternidade Therezinha de Jesus.

“Quando chegamos, nos passaram que o acidente havia acontecido há cerca de 20 minutos. Não sabemos se foi difícil a percepção, porque foi fora da rota de fluxo (travessia), mas, assim que fomos acionados, seguimos para o local”, garantiu o coordenador da equipe do Corpo de Bombeiros, tenente Júlio César da Silva. Segundo ele, a vítima estava inconsciente, sofreu amputação de parte do braço direito, apresentava fratura exposta em uma das pernas, suspeita de fratura na região lombar e traumatismo cranioencefálico grave. Na noite de quinta, ele permanecia sedado, em estado grave, com evolução instável do quadro. (Fonte: Tribuna de Minas)

1387171167(Foto: Olavo Prazeres)

 

Andressa Costa

Anúncios

Delegacia virtual é liberada

Desde segunda, dia 30, o segundo módulo da Delegacia Virtual da Polícia Civil de Minas Gerais está em andamento. Agora é possível fazer também pela internet o registro de perda de documentos e objetos pessoais, sem precisar comparecer à delegacia ou aguardar a chegada da Polícia Militar para ser feito o boletim de ocorrência. O serviço integra o sistema da Delegacia Virtual, que até o final do ano vai permitir o registro online de mais outros dois tipos de ocorrência.

shjsgf(Fonte: Aracaju Virtual)

Para o registro de acidentes de trânsito sem vítimas a delegacia virtual já está em funcionamento desde 30 de abril. O site é: https://delegaciavirtual.sids.mg.gov.br/

O registro é feito por preenchimento de formulário que vão aparecendo na tela. Após o envio dos dados, a ocorrência passa por uma triagem e em até quinze minutos, é emitida uma mensagem, informando o número do Registro de Evento da Defesa Social (Reds), a forma de acessá-lo no site do Sistema Integrado de Defesa Social (Sids) para impressão.

Segundo o policial Márcio Kobaiashi, é muito útil por poder fazer o boletim em casa, no trabalho sem ter que deslocar a um posto policial. “É fácil e rápido a confecção do B.O., sem contar que com isso desonera a força policial para atendimento de ocorrências mais graves. Só vejo vantagem.”

Uma equipe de 16 profissionais, entre policiais e analistas, trabalha em esquema de plantão, na sede da Superintendência de Informações e Inteligência Policial (SIIP), atuando 24 horas na triagem dos registros recebidos e também para tirar dúvidas dos cidadãos pelo telefone, que é divulgado na tela.

O cronograma de ampliação dos serviços da Delegacia Virtual prevê o seguinte:

30/ 08 – Funcionará para registro de desaparecimento de pessoas e para registro de pessoas localizadas.
30/10 – Funcionará para registro de danos simples.

delegacia virtual(Fonte: Printscreen do site Delegacia Virtual de Minas Gerais)

 

Andressa Costa

Cinema para o final de semana

Assistir lançamentos no cinema com a família, namorado e até mesmo sozinho é um programa muito bom para o final de semana. Separamos alguns filmes em cartaz, confira:

O filme “Causa e efeito” estreou em Juiz de Fora na quinta-feira (03), e apresenta uma trama inspirada na Lei de Causa e Efeito, um dos pressupostos da Doutrina Espírita, decodificada por Allan Kardec. Os produtores dizem que é “um filme que vai explicar as contingências da vida”. Produzido com a parceria entre a cearense Estação Luz Filmes com a paulista Mar Revolto Produções. Em 2011, as duas produtoras fizeram “O filme dos espíritos”, longa que ganhou prêmio de melhor roteiro no Sesc Melhores Filmes.

O drama conta a história de Paulo, policial que tinha uma vida tranqüila, até que um motorista alcoolizado atropela sua mulher e filho. O motorista não foi preso e, então Paulo revoltado, torna-se justiceiro. Foi contratado para matar uma garota de programa chamada Madalena, mas ele se sensibiliza com a história dela e ambos fogem. Acabam se apaixonando e juntos reerguem suas vidas, auxiliados por três religiosos: um padre, um pastor e um espírita. Ao longo do filme os protagonistas alcançam o amor, a paz e a iluminação.

Alameda 2: 15h10 – 17h20 – 19h30 (exceto sexta-feira) – 21h40 (todos os dias).
Classificação: 14 anos.

“O espelho” promete levar medo aos expectadores. O terror, conta a história de Tim e Kaylie, dois irmãos traumatizados pela morte inexplicável dos pais. Quando Tim sai de um hospital psiquiátrico, após anos internado, ele tem certeza de que a causa da tragédia é um grande espelho que acompanha a família há séculos. Cercados por fenômenos paranormais, os dois tentam provar que o objeto é o verdadeiro responsável pela sangrenta história de seus ascendentes.

Alameda 3: 17h (sábado e domingo) – 15h – 19h (exceto sexta-feira) – 21h (todos os dias).
Classificação: 14 anos.

No filme “Vizinhos”, Zac Efron volta às telonas. Mac (Seth Rogen) e Kelly Radner (Rose Byrne) acabaram de se mudar para uma casa nova, junto com o filho recém-nascido deles. Aparentemente, trata-se do local perfeito para criar uma família, mas logo o casal percebe que as aparências enganam. Especialmente quando a vizinhança recebe um novo morador, Teddy Sanders (Zac Efron), que lidera os jovens das redondezas em uma fraternidade de estudantes universitários. O casal então precisa lidar com a farra interminável de festas dos novos vizinhos.

Alameda 4: 19h10 (exceto sexta-feira) – 21h20.
Santa Cruz 1: 21h10.
Classificação: 16 anos.

“Khumba” é o nome do novo filme de animação com voz de Rodrigo Faro, Sabrina Sato e Marco Luque. Na história, acusada por seu supersticioso bando de trazer azar para o grupo, uma jovem zebra que tem listras em apenas metade do corpo embarca numa perigosa jornada em busca da normalidade. Para encarar a aventura, conta com a ajuda de um avestruz metido a besta (voz de Marco Luque) e da valente gnu Mama V.

UCI 2 (3D/dub): 13h30 – 15h25 – 17h20 (exceto sexta-feira e sábado) – 20h (todos os dias).
Alameda 4 (3D/dub): 14h30 – 16h30 (exceto-sexta-feira).
Classificação: livre.


Além dos lançamentos, ainda tem outros em cartaz que valem a pena conferir:

“A Culpa é das Estrelas” é um filme inspirado no fenômeno literário de John Green. A trama gira em torno da adolescente Hazel Grace Lancaster (Shailene Woodley), diagnosticada com câncer e que se mantém viva graças a uma droga experimental. Após passar anos lutando com a doença, ela é forçada pelos pais a participar de um grupo de apoio cristão. Lá, conhece Augustus Waters (Ansel Elgort), um rapaz que também sofre com câncer. Os dois possuem visões muito diferentes de suas doenças: Hazel preocupa-se apenas com a dor que poderá causar aos outros, já Augustus sonha em deixar a sua própria marca no mundo. Apesar das diferenças, eles se apaixonam. Juntos, atravessam os principais conflitos da adolescência e do primeiro amor, enquanto lutam para se manter otimistas e fortes um para o outro.

UCI 4: 00h (somente sábado 05/07) – 13h – 15h45 – 18h30 – 21h15.
Alameda: 14h20 (leg) – 16h20 (dub) – 16h50 (leg) – 19h20 (leg) – 21h20 (dub) – 21h50 (leg).
Santa Cruz: Sala 2 (dublado): 18h30 – 21h.
Classificação: 12 anos.

Baseado no conto da Bela Adormecida, o filme “Malévola” conta a história de uma mulher movida pelo sentimento de vingança e pelo desejo de se manter no poder. Para enfrentar o rei, ela coloca um feitiço na filha dele, Aurora, fazendo com que a garota fique indecisa entre defender o reino dos humanos e o reino da floresta, de que aprendeu a gostar. Quando Malévola percebe que Aurora está prestes a estabelecer a paz entre os mundos, a vilã é obrigada a tomar uma decisão drástica.

UCI 5 (Dub): 12h20 – 14h30.
Santa Cruz: Sala 2 (dublado): 14h15 – 16h15 (exceto sexta-feira).
Classificação: 10 anos.

No filme “Os homens são de marte… e é pra lá que eu vou” a definição ideal é ironia para a situação de Fernanda, de 39 anos, que trabalha organizando a cerimônia mais importante do imaginário feminino, o casamento, mas é solteira. Forte devota do amor, a produtora lida com os mais diversos tipos de homem e reserva grande parte do seu tempo à procura do par perfeito.

UCI 5: 16h50 – 19h10 – 21h30 – 23h50 (somente sábado 05/07).
Classificação: 14 anos.

 

 

Andressa Costa

Camisas personalizadas caem no gosto do juizforano

O mercado de camisas personalizadas em Juiz de Fora tem crescido. Muitas marcas conhecidas no país inteiro são da cidade. A pioneira no online é a Chico Rei, que começou há mais de seis anos com apenas duas pessoas. Mas hoje não é a única. Estão aparecendo outras também, como é o caso da Not so it. Ela surgiu a partir de um blog de mesmo nome, comandado por Lorena Matheus e Juan Salomão.

A Lorena, sócia da marca, afirma que no blog, falavam de assuntos que imaginavam que os leitores gostariam de ler. “A gente falava de coisa mais barata, de preços mais acessíveis e a ideia da marca surgiu justamente assim, uma das primeiras coisas que decidimos se tivesse um produto com a cara do blog, ele teria que ser de qualidade, obviamente, mas também de preço acessível”. Segundo Lorena, eles criam, desenvolvem e planejam as modelagens, os produtos e as estampas. E sempre lidaram com humor, então queriam que as estampas tivessem essa cara.

IMG_5877
(Fonte: Andressa Costa)

“As ideias foram surgindo de coisas que a gente gostava, de piadas que achávamos engraçadas, mas que tinham um conteúdo bacana, uma ideia legal. As pessoas gostavam da linguagem que a gente usava no blog, dos assuntos abordados. O importante era que a gente conversava. Nunca ensinava, trocávamos ideia com comentário, email. E com a marca tá sendo mais ou menos a mesma coisa, a gente o tempo todo tenta criar um diálogo com as pessoas, então quem se interessa pelas nossas estampas, e pelo nosso produto, se interessa pela mensagem que estamos passando também. Além de se interessar por um produto físico, se interessa pela ideia que a gente passa, acho que isso é mais importante”, disse.

IMG_5920
(Fonte: Not so it)

Segundo a estudante Julia Zielinsky, o que a levou a comprar essas camisetas é que são diferentes do que encontra na cidade, e ninguém tem. “Eu acho que quando eu compro essas camisetas personalizadas ninguém vai ter, só eu, então vou ser a diferente”. A Amanda Lüdtke, estudante, diz que geralmente compra porque nunca tem tempo de ir à rua. “O que influencia pra comprar na internet pra mim é pela facilidade. Você recebe em casa, já compra ali mesmo e recebe. A loja até faz troca online, caso não dê o tamanho, é bem simples, bem prático”. O estudante Thomás Souza compra por ter uma opção maior. “Mesmo Juiz de Fora sendo uma cidade do tamanho que é, não tem tanta opção de loja de roupa. Na internet, você está no conforto de casa, olhando, e com muito mais variedade”. Ele preza também pela individualidade que a camisa oferece à pessoa. “Não é uma camisa que você vai ver outra pessoa com ela. A comodidade, a variedade e o preço é o q mais pesa nisso tudo.”

A marca Brava Store tem crescido no mercado, criada por dois amigos, Matheus Leite e Gabriel Gerhardt. Foi após uma temporada no Rio de Janeiro que a ideia realmente se concretizou. “A gente tem pouco mais de um ano e a marca no começo era mais uma brincadeira, e a partir de 2014 decidimos levar isso a sério, foi então que inauguramos a loja online”, afirma Matheus. Eles ressaltam ainda que tem 3 meses na internet e que já tem uma resposta legal. “Acaba que você não fica preso só em Juiz de Fora, hoje em dia somos do Brasil. A internet é uma coisa que sabendo usar é muito favorável.”

arquivo pessoal - renato sampaio(Fonte: Instagram Renato Sampaio)

brava store(Fonte: Facebook Brava Store)

 

Andressa Costa

Adotar exige responsabilidade

Ter um animal em casa é alegria garantida todos os dias. Um ser fofo, cheio de vida, grande ou pequeno, que pula e brinca o dia inteiro. Porém, um animal não é um brinquedo. Ter, é uma grande responsabilidade que muitas pessoas não entendem. Querem por ser bonito, ter uma pelagem com brilho, um porte. Mas, ao adquirir um animal, deve-se pensar em todas as suas particularidades. Cada um tem suas qualidades e “defeitos”. São seres com vida e isso exige cuidados, gastos, preocupações e atenção ao longo de toda a vida. É necessário que se planeje antes de realmente ter um animal para que possa proporcionar o melhor para ele.

O DEMLURB em parceria com a Secretaria de Saúde realiza a apreensão de cães e animais de grande porte. Eles são encaminhados para o Canil Municipal de Juiz de Fora. Os animais são apreendidos por vários fatores: doenças que podem ser transmitidas para as pessoas, ataques, maus tratos com o animal, etc.

Os cachorros passam por uma triagem, são abrigados em canis, separados por machos e fêmeas, porte e temperamento. Recebem medicamentos se necessário, vacinas, vermífugos e então são disponibilizados para adoção. Água à vontade e ração indicada para cada tamanho. Os canis são limpos e higienizados pelo menos três vezes ao dia.

adotar é tudo de bom
(Fonte: DEMLURB)

A psicóloga Fernanda Alessi é totalmente a favor da adoção. “Todos os meus bichinhos foram adotados”. Diz ainda que o que a levou a tomar essa atitude é a paixão pelos animais: “eu tenho muita pena de ver bichinhos nas ruas. Se eu tivesse condições, tirava todos das ruas e cuidaria. Peço muito a Deus pra um dia me dar condições pra fazer isso, pois todos merecem um lar com muito amor e carinho.”

Fernanda Teixeira, estudante, encontrou o gato dela na rua quando era novinho ainda. “Eu amo gatos e estava descendo da faculdade de noite um dia, e ele estava sozinho na rua! Morri de pena e peguei, não ia ficar com ele, mas acabei me apegando”.

IMG_2497(Foto: Gato adotado pela Fernanda Teixeira – por Andressa Costa)

De 2ª a 6ª feira, de 9 horas às 10:30 horas e de 13 horas às 15:30 horas o canil é aberto para visitação. Mas para adotar lembre-se: a pessoa deve ser maior de 18 anos, apresentar identidade, CPF e comprovante de residência. Mais do que isso, ela deve estar ciente que o animal irá viver em média 15 anos e vai precisar de um tempo para que seja cuidado. O cão deve receber alimentação adequada, vacinas, vermífugos e cuidados veterinários. Então, ao adotar, é assinado um termo se responsabilizando pelo animal.

 Abandonar animais é um ato de crueldade previsto no Decreto – Lei nº 24.645 de 10 de julho de 1934. (Fonte: DEMLURB)

O Canil Municipal fez uma parceria com a DEMLURB e a Secretaria de Saúde e realizam todo ano, entre Setembro e Outubro, Feiras de Doação de Cães em praças públicas com o objetivo de divulgar e mostrar os animais que estão à disposição para serem adotados. Todos recebem vacinas e vermífugos além de encaminhamento gratuito para castração.

adote_cao2(Fonte: DEMLURB)

O Canil Municipal de Juiz de Fora fica na rua Bartolomeu dos Santos, s/n no bairro São Damião em frente à Usina de Reciclagem. Telefone: (32) 3690-3591 e e-mail: canil@demlurb.pjf.mg.gov.br

 

Andressa Costa

Olho vivo em Juiz de Fora capacita operadores

Vinte e nove operadores estão sendo capacitados com cursos para a inicialização do programa Olho Vivo.

O programa que tem como principal intuito, monitorar principais pontos da cidade através de câmeras, é uma parceria da Polícia Militar com a Prefeitura de Juiz de Fora.

O monitoramento será feito no 2º Batalhão da Polícia Militar, juntamente onde são feitas as denúncias pelo 190. Além disso, o programa vai contar com uma equipe de rua, que será acionada pelo Centro de Operações que receberão as denúncias.

As primeiras câmeras serão instaladas no Centro da cidade e no bairro Manoel Honório. Até a conclusão do programa, cinquenta e quatro câmeras serão implantadas nos bairros: Alto dos Passos, Bom Pastor, São Mateus, Santa Luzia, Manoel  Honório, São Pedro e Benfica. O principal objetivo do Olho Vivo é a diminuição de crimes na cidade, e mais segurança para os moradores.

Para Yara Sousa, moradora do bairro São Mateus, o programa veio para dar mais tranquilidade aos moradores. ” A ideia é ótima, e fico satisfeita em saber que as ruas ficarão mais seguras com o programa. Juiz de Fora necessita de mais vigilância. Acho um benefício para nós moradores, e penso que mais bairros teriam de receber a implantação das câmeras.”

3014559776

Foto: Tribuna de Minas

2400366119

Foto: Tribuna de Minas

Camila Medeiros

Foto 14 abre exposição no mês de agosto

Conhecida na cidade, a exposição de fotos que acontece todo ano no CCBM (Centro Cultural Bernardo Mascarenhas), o Foto 14, vai integrar este ano, cinquenta e cinco fotos de fotógrafos profissionais e amadores.

A exposição organizada pela Funalfa, começa dia 14 de agosto, e traz este ano, temas da sociedade atual, que possam ser discutidos.

Débora Agostini, estudante de Comunicação Social e fotógrafa, terá um de seus trabalhos expostos este ano. A foto da estudante que foi selecionada leva o nome de Skate. ” Estar no Foto 14 está sendo bem legal, pois nunca tive fotografia exposta, só publicada. É uma experiência diferente.


1452004_622740414450997_1264021136_nFoto: Arquivo Pessoal

_MG_3160

Foto:  jfemfoco.blogspot.com (Exposição Foto 13)

Camila Medeiros

Férias universitárias

Um dos meses mais esperados pelos estudantes universitários, é o mês de julho.

Para muitos, as aulas já terminaram e a expectativa para o descanso é grande. Juiz de Fora, pólo estudantil, recebe anualmente centenas de estudantes de outras cidades, e neste período de férias, muitos retornam a suas cidades de origem para uma pausa nos estudos.

images

Foto: Site Omo

É o caso de Thúlio Amorim, que é estudante de publicidade, e já viajou de férias para Rio das Flores, onde mora sua família. ” É muito bom ter este mês para relaxar. O período por qual passei na faculdade foi bem puxado em relação aos outros, mas no fim deu tudo certo. Agora é aproveitar.”

10325683_681416675253237_4582531858913957052_n

Foto: Arquivo Pessoal

Mas nem todos terão esse benefício de poder ficar algumas semanas relaxando. Os alunos da UFJF, não terão todo este prazo para descansar, devido o período em que a instituição esteve em greve. Manoel de Souza Sette, estudante de medicina, diz ter apenas um pouco mais de uma semana de folga no mês de julho. ” Não teremos férias como a maioria dos estudantes. Ficamos parados por um tempo por causa da greve. Estou satisfeito com esta semana que vamos ter e vou aproveitar para passar uns dias em minha cidade natal.”

É claro que, muitos estudantes residem aqui na cidade, e não deixam de ter planos para este mês. Raphaela Aguiar, de 19 anos, é de Juiz de Fora, e planeja suas férias por aqui mesmo. ” Vou aproveitar a família e os amigos.”

Camila Medeiros

Nova ponte na Avenida Brasil em Juiz de Fora

A terceira ponte do conjunto de obras viárias da região central de Juiz de Fora está começando a ser construída. O canteiro de obras foi montado à margem direita do Rio Paraibuna, no bairro Ladeira.

ponte_linkconstucao(Foto: Tribuna de Minas)

O objetivo da nova pavimentação é interligar duas margens da Avenida Brasil. Na altura da rua Antônio Lagrota no bairro Ladeira, da região Leste. Segundo a assessoria da Secretaria de Obras, está previsto que a construção comece ainda em Julho e concluídos no primeiro semestre de 2015. A nova ponte terá estrutura metálica e 44 metros de extensão.

Para a gerente de canais Fernanda Alves que passa por diversas vezes por aquela área a inclusão da ponte será um benefício. “Sempre preciso dar a volta na avenida para chegar em algumas lojas, depois da ponte construída vou chegar mais rápido do outro lado”, afirma.

Ainda não estão previstas interdições ou alteração no trânsito. Para fazer o acesso à ponte a Rua Maria Perpétua será duplicada e operada a mão única no sentido bairro/Centro.

 

Marcela Alves

Dia do bombeiro é comemorado

Com atividades durante a semana, o Dia Nacional do Bombeiro é comemorado hoje, 02 de julho. Foi divulgada uma programação pelo 4º Batalhão de Bombeiro Militar (BBM) que contará com serviços realizados pela instituição como campanha social, fiscalização, orientação, atividades esportivas e uma exposição de miniaturas de carrinhos e objetos relativos à profissão.

A história do Corpo de Bombeiros no Brasil surgiu em 1856, no Rio de Janeiro, quando Dom Pedro II, então Imperador do Brasil, assinou um decreto criando o Serviço de Extinção de Incêndios no Brasil e instituindo o Corpo Provisório de Bombeiros da Corte. A data foi oficializada em 1954, pelo presidente Getúlio Vargas. (Fonte: Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais)

O capitão do Corpo de Bombeiros, Fransérgio Delgado afirma que escolheu a profissão por gostar da disciplina militar, de servir ao povo e por ser patriota. “A sensação de poder fazer algo de bom para as pessoas é gratificante. Os bombeiros, em geral, têm muito desse sentimento.” Diz ainda que a dedicação presente no trabalho da grande maioria, eleva o nome do Corpo de Bombeiros. “Profissionalmente, a estabilidade também é um fator diferencial para a escolha de um serviço público de tanta importância. Concursos públicos são sempre concorridos e exigem dedicação.”

Segundo ele, o Dia Nacional dos Bombeiros, comemorado hoje, é o reconhecimento a todo esse trabalho feito. “Nada mais gratificante que o reconhecimento à dedicação à causa pública e à defesa de nosso povo, independente de classe social, raça, credo ou posicionamento político. Quantas pessoas que não são simpáticas aos bombeiros militares já foram salvas por esses anjos da guarda? O Dia do Bombeiro expressa um pouco desse sentimento de gratidão da população e isso não há dinheiro que pague.”

photo1(Foto: Fransérgio Delgado)

photo4
(Foto: Fransérgio Delgado)

photo3(Foto: Fransérgio Delgado)

Além de todas as atividades, o 4º Batalhão de Bombeiro Militar está promovendo uma campanha “Doar para salvar”, que incentiva a doação de sangue e o cadastramento para doação de medula óssea.

Andressa Costa