Problemas entre Cesama e sindicato

Ao longo de três horas o Ministério do Trabalho negociou com representantes do Sinágua, os servidores da Cesama, e não foi acordado nada. O objetivo dos trabalhadores é o aumento de 20% do salário. No dia 19 de março aconteceu uma reunião que definiu os detalhes.
De acordo com a assessoria de comunicação da Cesama, ainda estão em aberto as negociações pretendendo fechar hoje. O presidente do sindicato, Edinaldo Ramos, afirma que a classe não voltará ao trabalho enquanto o acordo não for firmado.

Sem título

(Foto: Tribuna de Minas)

No dia 18 de março aconteceu uma reunião e antes dela os trabalhadores fizeram protesto em frente a Câmara Municipal, com o intuito de chamar atenção dos vereadores. O líder do Governo, Luiz Otávio Coelho (Pardal, PTC), afirmou que a Prefeitura busca a solução dos problemas e a valorização dos trabalhadores é o foco.

 

Marcela Alves

Anúncios