Adotar exige responsabilidade

Ter um animal em casa é alegria garantida todos os dias. Um ser fofo, cheio de vida, grande ou pequeno, que pula e brinca o dia inteiro. Porém, um animal não é um brinquedo. Ter, é uma grande responsabilidade que muitas pessoas não entendem. Querem por ser bonito, ter uma pelagem com brilho, um porte. Mas, ao adquirir um animal, deve-se pensar em todas as suas particularidades. Cada um tem suas qualidades e “defeitos”. São seres com vida e isso exige cuidados, gastos, preocupações e atenção ao longo de toda a vida. É necessário que se planeje antes de realmente ter um animal para que possa proporcionar o melhor para ele.

O DEMLURB em parceria com a Secretaria de Saúde realiza a apreensão de cães e animais de grande porte. Eles são encaminhados para o Canil Municipal de Juiz de Fora. Os animais são apreendidos por vários fatores: doenças que podem ser transmitidas para as pessoas, ataques, maus tratos com o animal, etc.

Os cachorros passam por uma triagem, são abrigados em canis, separados por machos e fêmeas, porte e temperamento. Recebem medicamentos se necessário, vacinas, vermífugos e então são disponibilizados para adoção. Água à vontade e ração indicada para cada tamanho. Os canis são limpos e higienizados pelo menos três vezes ao dia.

adotar é tudo de bom
(Fonte: DEMLURB)

A psicóloga Fernanda Alessi é totalmente a favor da adoção. “Todos os meus bichinhos foram adotados”. Diz ainda que o que a levou a tomar essa atitude é a paixão pelos animais: “eu tenho muita pena de ver bichinhos nas ruas. Se eu tivesse condições, tirava todos das ruas e cuidaria. Peço muito a Deus pra um dia me dar condições pra fazer isso, pois todos merecem um lar com muito amor e carinho.”

Fernanda Teixeira, estudante, encontrou o gato dela na rua quando era novinho ainda. “Eu amo gatos e estava descendo da faculdade de noite um dia, e ele estava sozinho na rua! Morri de pena e peguei, não ia ficar com ele, mas acabei me apegando”.

IMG_2497(Foto: Gato adotado pela Fernanda Teixeira – por Andressa Costa)

De 2ª a 6ª feira, de 9 horas às 10:30 horas e de 13 horas às 15:30 horas o canil é aberto para visitação. Mas para adotar lembre-se: a pessoa deve ser maior de 18 anos, apresentar identidade, CPF e comprovante de residência. Mais do que isso, ela deve estar ciente que o animal irá viver em média 15 anos e vai precisar de um tempo para que seja cuidado. O cão deve receber alimentação adequada, vacinas, vermífugos e cuidados veterinários. Então, ao adotar, é assinado um termo se responsabilizando pelo animal.

 Abandonar animais é um ato de crueldade previsto no Decreto – Lei nº 24.645 de 10 de julho de 1934. (Fonte: DEMLURB)

O Canil Municipal fez uma parceria com a DEMLURB e a Secretaria de Saúde e realizam todo ano, entre Setembro e Outubro, Feiras de Doação de Cães em praças públicas com o objetivo de divulgar e mostrar os animais que estão à disposição para serem adotados. Todos recebem vacinas e vermífugos além de encaminhamento gratuito para castração.

adote_cao2(Fonte: DEMLURB)

O Canil Municipal de Juiz de Fora fica na rua Bartolomeu dos Santos, s/n no bairro São Damião em frente à Usina de Reciclagem. Telefone: (32) 3690-3591 e e-mail: canil@demlurb.pjf.mg.gov.br

 

Andressa Costa