Criação de ciclovias e cliclofaixas voltam a ser discutidas por vereadores em Juiz de Fora

Em várias cidades do Brasil as pessoas utilizam a bicicleta como meio de transporte e usam o espaço das ciclovias e das ciclofaixas para passear ou para trabalhar e nesse sentido Juiz de Fora é considerada por muitos atrasada. E devido a essa questão voltou a ser discutido a criação das ciclovias e das ciclofaixas pelos vereadores na Câmara Municipal.

bicleta (1)

(Foto: Aelson Faria – Arquivo pessoal)

De acordo com o vereador, José Fiorilo, esse projeto visa melhorar o trânsito intenso da cidade. “É preciso investir na mobilidade urbana e esse seria um passo para a mudança do trânsito na cidade,” afirmou.Segundo ele, já existe um projeto piloto em estudo avançado mas ainda não tem data marcada para começar.

Para o ciclista, Guido Azeredo, somente agora as pessoas estão tentando alguma coisa. “Existe em Juiz de Fora vários grupos de bike como os amigos do pedal que promovem eventos para inclusive chamar a atenção pública para importância desse meio de transporte”, disse. Ainda de acordo com Guido, para aqueles que utilizam a bicicleta como lazer e principalmente os que utilizam para trabalhar seria um grande avanço.

Na reportagem divulgada pela Tribuna de Minas, o secretário de governo, José Sóter de Figueirôa, relatou que há um estudo preliminar ao longo do Rio Paraibuna, que estará marcado com o plano de mobilidade urbana. E a medida paliativa que foi adotada é uma ciclofaixa desde a Ponte do Manoel Honório até o Viaduto Augusto Franco.

 

Nathália Aguiar

Anúncios