UFJF abre vagas em dez cursos

Os cursos de Ciência da Religião, Bacharelado em Ciências Humanas, Bacharelado em Artes e Design, História, Sistemas de Informação, Física, Jornalismo, Matemática, Química e Serviço Social contam agora com 138 vagas que foram abertas pela Universidade Federal de Juiz de Fora.

As vagas estão disponíveis para excedentes do Programa de Ingresso Seletivo Misto (Pism) e Sistema de Seleção Unificada (Sisu), candidatos à reinscrição em cursos da UFJF, à mudança de curso no âmbito da UFJF, graduados na UFJF que cursaram com aproveitamento de pelo menos 50% da carga horária total do curso pretendido e candidatos à transferência de outro Instituto de Ensino Superior (IES).

Para a estudante Maria Clara Firmino, as vagas abertas para os excedentes são uma boa oportunidade para ingressar na instituição. A estudante de 19 anos, ficou excedente no curso de História e pretende entrar com toda documentação exigida para se matricular o mais rápido. ” Fiquei surpresa com a notícia, e estou muito empolgada para começar o curso.”

995551_409750312486703_1487455257_nFonte: Arquivo Pessoal

Já a estudante Tainara Soares, que trancou o curso de Artes e Design, a abertura de vagas foi excelente para voltar aos estudos. Tainara pretende retornar ao seu curso e terminar seu bacharelado o quanto antes.

Os candidatos do Pism e Sisu, que deverão acompanhar o edital de reclassificação a ser divulgado na página da Coordenadoria de Assuntos e Registros Acadêmicos (Cdara). Já os demais interessados, devem comparecer nos dias 3 e 4 de julho, na Central de Atendimento da UFJF, das 9h às 20h.

fotoFonte: UFJF

 

Camila Medeiros

Anúncios

Alunos participam do Chá do Idoso

O Colégio Municipal Américo Silva, em Três Rios, no estado do Rio de Janeiro realizou um Chá do Idoso no Asilo São Vicente de Paula nesta na última semana. Essa iniciativa começou há cinco anos,  e faz parte do projeto Amigos do Asilo, onde os alunos do colégio municipal partilham momentos com os idosos.

O Asilo São Vicente de Paula acolhe 33 idosos. Na última semana, os alunos preparam um lanche elaborado pela nutricionista do espaço. O Chá do Idoso contou com apresentações de dança, música, teatro.

A aluna Bruna Oliveira Freitas, de 15 anos, mostrou-se emocionada ao falar sobre o Asilo São Vicente de Paula.“É muito  triste ver  o abandono de alguns idosos por parte de seus familiares. Muitas vezes essas pessoas precisam apenas de um   abraço, de uma palavra. O idoso, assim como qualquer outra pessoa, precisa de carinho. O amor ao próximo não pode deixar de existir”, disse Bruna. A opinião da adolescente é compartilhada pelo aluno João Vitor Rosa, que confessou já ter chorado algumas vezes durante as confraternizações com os idosos. “Sempre que estou no Asilo São Vicente de Paula  imagino os meus avós naquela situação, onde muitos estão doentes e não têm a presença da família por perto. E os idosos veem em nós seus filhos e netos”.

Não são somente os alunos do 9° ano que fazem parte do Amigos do Asilo. O projeto integra estudantes de todos os anos do ensino fundamental e até alguns ex-alunos do colégio. Na última quinta-feira de cada mês, as turmas preparam uma festa     temática para comemorar os aniversariantes do mês do Asilo São Vicente de Paula. Para junho, a programação já estava definida.

A celebração teve como temas Festa Junina e Copa do Mundo. Para a professora Eliana Neves, idealizadora do projeto, os alunos, de diversas faixas etárias, se prontificam rapidamente a participar das ações do Amigos do Asilo. “Percebemos no rosto dos estudantes o prazer em participar do projeto. Esse sentimento de fraternidade e solidariedade despertado no coração de cada um permanecerá sempre com eles”, declarou a professora.

A sintonia e a interação entre crianças, jovens e idosos têm sido fundamental, segundo a fisioterapeuta do Asilo São Vicente de Paula, Jaqueline Fátima. “O projeto Amigos do Asilo é uma ação magnífica. Os alunos trazem alegria para os idosos e mostram a eles que envelhecer não é adoecer, mas sim viver. Infelizmente, muitos idosos não recebem a visita da família e são carentes de afeto, de atenção, sentindo-se esquecidos pela sociedade. Muitas vezes o que eles querem é somente serem ouvidos. E nesse ponto a presença dos estudantes do Colégio Municipal Américo Silva é valiosa, pois mostra que há pessoas que se interessam pela vida deles”.

300xNxAlunosZrealizamZapresentayesZdeZdanyaZmysicaZteatroZeZcontamZhistyrias.jpg.pagespeed.ic.BUn7pyGsV1
Fonte: Prefeitura Municipal de Três Rios

 

Larissa Pissurno

Pronatec oferece 77 vagas remanescentes em Juiz de Fora

O Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec), está oferecendo 77 vagas remanescentes em sete cursos diferentes em Juiz de Fora. As vagas que não foram preenchidas durante as últimas etapas de inscrições estão disponíveis no cadastro online do programa (http://pronatec.mec.gov.br/inscricao/).

Os cursos ofertados são: almoxarife (dez vagas), assistente de controle de produção (18), auxiliar de pessoal (12), modelista (oito), costura industrial de vestuário (três), mecânico diesel (seis), e libras intermediário (20).

Pronatec

 

Foto: Pronatec Cursos

Os interessados devem acessar o site, fazer o cadastro, imprimir o comprovante e confirmar a matrícula na unidade ofertante (Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial – Faculdade de Tecnologia / Senai -Fatec ou Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial / Senac) em até 48 horas.

O cadastro é aberto ao público em geral, não sendo restrito às pessoas de baixa renda inscritas no Cadastro Único Para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico). Para aqueles que não têm acesso à internet, as informações estão disponíveis na sede da Secretaria de Desenvolvimento Social (SDS), na Rua Halfeld, nº 450, no 5º andar, Centro.

 

 

Jéssica Almeida.

Agressividade nas escolas

O Plenário do Senado aprovou, na noite da  última quarta-feira (4), em votação simbólica, o Projeto de Lei da Câmara (PLC) 58/2014, conhecido como Lei da Palmada, que prevê punição para agressões a crianças. Este é um assunto que está em voga em todo o Brasil, com o apoio da figura pública Xuxa Meneguel.
Outro assunto  ligado à violência contra as crianças são as causas que essa ação resulta. Muitas vezes o resultado de exemplos dos pais em casa  torna-se comum na escola. Em conversa com a psicóloga de uma escola infantil, Viviam Bicalho, confirmou que “as crianças refletem na sociedade o que aprendem em casa, muitas vezes elas vêem o que os pais fazem as vezes não com elas, mas também com amigos, familiares e pessoas ao redor e tomam isso como certo.”
Acontecem semestralmente reuniões de pais nas escolas para conversarem sobre o assunto e outros mais que circundam a vida das crianças. A mãe de uma aluna violenta afirma que em casa ela não tem exemplos de agressões, a menina sempre quis resolver as situações na base da discussão, a família acredita que esse comportamento já está vinculado com a personalidade da criança.
Em contra partida Viviam explica que a personalidade é formada por vários fatores, educação, convívio com determinadas pessoas, tudo o que te interage te modifica.
unnamed6
(Foto: Internet)

 

Marcela Alves

Planeta Criança ainda possui vagas

Após 10 dias da sua inauguração o Planeta Criança, situado no município de Três Rios, já tem aproximadamente 400 crianças matriculadas. O espaço educacional está localizado no Morro Áureo e funciona das 7 às 17 horas.

g_14005973881
O espaço conta com 150 funcionários e um local privilegiado. Durante a primeira semana os alunos puderam ser acompanhados dos pais ou responsáveis além do horário reduzido das 7 às 14 horas por necessidade de adaptação, destinando um tempo para conhecer o ambiente que será parte do aprendizado e lazer.
 As matrículas para as turmas do Jardim I, Jardim II e Jardim III ainda estão abertas, com o limite de mais 256 inscrições. Segundo o prefeito Vinicius Farah, “os ônibus disponibilizados pelo Governo Municipal buscarão as mães com suas crianças no Terminal Rodoviário, na Avenida Condessa do Rio Novo e as levarão até o CIEP e ao fim do dia acontece o mesmo esquema para buscar as crianças na creche”.
Desta forma o acesso ficará mais tranquilo, facilitando a locomoção das mães. De acordo com a secretária de Educação, Carla Monnerat, o local oferece ainda atividades extras como Esporte e Lazer, Cultura e Arte, Inclusão Digital, Sala de Brinquedos e Brincadeiras, cantinho da Leitura, Sala de Cinema, Educação para o trânsito, Coleta seletiva e Horta orgânica.

g_14005973785

 

Larissa Pissurno